O documento de 3908 páginas que revela a acusação de José Socrates e mais 7 entidades, Carlos Santos Silva, Joaquim Barroca Rodrigues, Gonçalo Trindade Ferreira, Rui Mão de Ferro, Inês do Rosário, Sofia Fava e João Perna como transparece o  próprio documento.

A palavra dinheiro é mencionada no documento para referir a desvios e operações de corrupção

O termo “dinheiro” é mencionada pelo Ministério Público ocasionalmente como refere o site Expoe.pt, operações ilegais e desvios de dinheiro são um motivo importante mencionado várias vezes nesta acusação.

Acesso ao documento: Pode ser Consultado aqui

Fonte: Expoe.pt